<span style='font-size: 20px;'>Introdução:</span> Introdução:

Aprender como segurar a palheta corretamente é uma das primeiras coisas que você deve aprender quando você decide aprender a tocar violão. Se você aprender bem no início, você nunca mais vai precisar se preocupar com isso de novo e estas técnicas irão fazer com que sua experiência de aprendizagem seja muito mais fácil. Muitos novatos instintivamente seguram a palheta entre as pontas de seu polegar e o dedo indicador, o que é incorreto e resultará em uma pequena instabilidade ao manejar o violão. Então, vamos ao que interessa.

<span style='font-size: 20px;'>Como usar a mão e a palheta corretamente:</span> Como usar a mão e a palheta corretamente:

Existem formas corretas de se segurar a palheta e o braço violão corretamente. A forma com que você usa a mão para fazer estes movimentos pode influenciar muito o seu desempenho ao tocar uma música.

 

Posição correta da mão:

aprender a tocar violão

A posição correta de segurar a mão ao braço do violão, uma pessoa destra no caso da imagem. Deve-se torcer o dedo conforme a imagem ao lado. Quase como se estivesse fazendo um sinal de OK. Seu dedo indicador, segundo dedo, deve estar torcido e em paralelo com o polegar.

 

Posição correta de segurar a palheta:

como tocar violão

Coloque a palheta em cima de seu dedo indicador e coloque o polegar sobre ele e a palheta. Como você pode ver na imagem, você estará segurando a palheta entre o polegar e o dedo indicador. A ponta de seu dedo indicador e o polegar deverão estar em paralelo. É claro, com a palheta perpendicular a eles.

 

Posição correta da palheta:

como tocar violão

A visibilidade da palheta em sua mão dependerá basicamente do tipo de música, ou estilo de música que você estiver tocando. Se você tocar cordas individuais ao mesmo tempo, dedilhar, muito rapidamente a parcela da palheta que ficará visível em sua mão deve ser menor. Quando você estiver tocando normalmente a parte visível da palheta pode ser maior.

Segurar a palheta corretamente, conforme a imagem ao lado, leva um bom tempo. Mas não se preocupe se isto parecer estranho no início. Com bastante prática você irá se acostumar e em breve isto será muito natural.

 

Dedilhado vs Palhetada

Há uma ligeira diferença entre tocar com a palheta mais apertada, mais perto aos dedos e ao tocar com a palheta mais solta.

  • Dedilhado: No dedilhado você tanto pode tocar com a palheta ou sem ela. Há uma visibilidade maior da palheta onde você está livre para deslizar sobre as cordas. Além disso, a quantia de cordas que podem ser tocadas numa vez só aumenta.

  • Palhetada: Na palhetada você pode tocar com palheta um pouco mais apertada e a visibilidade dela é menor em relação ao movimento acima. Deste modo você pode fazer movimentos mais precisos, principalmente em riff’s ou solos, onde exige uma rapidez maior.

<span style='font-size: 20px;'>Problemas comuns com iniciantes:</span> Problemas comuns com iniciantes:

Como você ainda é novato, pode não estar acostumado em segurar a palheta corretamente. Com isso, você encontrar-a alguns possíveis probleminhas. Mas lembre-se todo bom músico passou por isto um dia. Veja alguns possíveis problemas:

 

  • A palheta não fica estável em sua mão e ela voa ou se atravessa entre os dedos;
    Existe um delicado equilíbrio entre a escolha da forma correta de segurar a palheta, mais livre ou mais solta. Se for muito solto, a palheta irá se mover facilmente. Já se for muito apertado talvez você possa enroscar os seus dedos com as cordas, fazendo com que o som saia um pouco estranho. Então eu recomendo você praticar bastante da forma que achar mais confortável. Até o ponto em que você possa tocar músicas por um bom tempo sem precisar ajustar a palheta a mão.

  •  

  • Palheta enrosca nas cordas;
    Quando você está tocando, talvez você queira deslizar com a palheta entre as cordas. E para isso você precisa deixar o pulso um tanto quanto solto para que a palheta fique no ângulo correto. Esta virada de mão pode atrapalhar na hora de voltar com a palheta para cima. Então há um ângulo correto para você tocar violão, tanto para cima quanto para baixo ou mesmo alternando entre os dois movimentos. O ângulo correto é 15º à 20º em relação a face do violão.Novamente, a força que você emitir em cima da palheta pode ser um fator diferencial. Se segurar muito forte não terá a “leveza” para deslizar entre as cordas. Se segurar muito solto talvez a palheta caia de sua mão.

  •  

  • A palheta correta
    Existem muitas formas e estilos de palhetas. Geralmente, palhetas maiores são melhores para dedilhar e as menores são melhores para fazer solos e movimentos mais rápidos. Além disso a espessura do material em que a palheta é feita pode afetar completamente seu rendimento. Por isso é recomendável comprar um conjunto com várias palhetas, de diferentes tamanhos e espessuras. Assim você poderá alternar seus treinos em busca da melhor performance.